Tocantins | Geografia do Estado de Tocantins

Tocantins | Geografia, Cultura e Turismo do Estado de Tocantins

Tocantins | Geografia, Cultura e Turismo do Estado de TocantinsTocantins é um dos estados do Brasil. ("Bico Toucan" em Tupi). O estado de Tocantins foi fundado em 1988, depois da divisão do norte do estado de Goiás, e a construção da capital, Palmas, iniciou-se em 1989, em contraste com a maioria das outras cidades do estado que datam do período colonial  à coroa portuguesa. Tocantins é o mais novo estado brasileiro e, como ainda é muito jovem, está  se desenvolvendo lentamente, com base em seus recursos mais importantes: os rios Araguaia e Tocantins, a maior bacia hidrográfica inteiramente no território brasileiro. Porque está na zona central do país, tem características da Amazônia, mas também tem pastagens abertas. A Ilha do Bananal, no sudoeste do Estado, é a maior ilha fluvial do mundo. No estado de Tocantins é onde está localizado o  Parque Nacional Araguaia e das reservas indígenas do Carajás. Outro destaque é o Jalapão, a cerca de 250 quilômetros da capital, Palmas. Lá, os rios criam verdadeiros oásis na paisagem seca, sendo explorado ma região o Ecoturismo.

Trajetória de luta pela criação do Tocantins

No final do século XIX e no decorrer do século XX, a ideia de se criar o Tocantins, estado ou território, esteve inserida no contexto das discussões apresentadas em torno da redivisão territorial do país, no plano nacional. Mas, a concretização desta ideia só veio com a Constituição de 1988 que criou o Estado do Tocantins pelo desmembramento do estado de Goiás. Ainda no Império, duas tentativas: a defesa de Visconde de Taunay, na condição de deputado pela Província de Goiás, propondo a separação do norte goiano para a criação da Província da Boa Vista do Tocantins, com a vila capital em Boa Vista (Tocantinópolis), em 1863; e, de modo mais concreto, em 1889, com o projeto de Fausto de Souza para a redivisão do Império em 40 províncias, constando a do Tocantins na região que compreendia o norte goiano. Nas primeiras décadas da República o discurso separatista sobreviveu na imprensa regional, principalmente de Porto Nacional - maior centro econômico e político da época - em periódicos como "Folha do Norte" e "Norte de Goiás". A partir da década de 1930 que o discurso retorna à esfera nacional.

Após a criação pela Constituição de 1937 dos territórios do Amapá, Rio Branco, Guaporé - atual Rondônia - Itaguaçu e Ponta Porã (extintos pela Constituição de 1946), houve também quem defendesse a criação do território do Tocantins.

Criação do Estado do Tocantins - 1988

O ano era 1987. As lideranças souberam aproveitar o momento oportuno para mobilizar a população em torno de um projeto de existência quase secular e pelo qual lutaram muitas gerações: a autonomia política do norte goiano, já batizado Tocantins. A Conorte apresentou à Assembleia Constituinte uma emenda popular com cerca de 80 mil assinaturas como reforço à proposta de criação do Estado. Foi criada a União Tocantinense, organização supra-partidária com o objetivo de conscientização política em toda a região norte para lutar pelo Tocantins também através de emenda popular. Com objetivo similar, nasceu o Comitê Pró-Criação do Estado do Tocantins, que conquistou importantes adesões para a causa separatista. "O povo nortense quer o Estado do Tocantins. E o povo é o juiz supremo. Não há como contestá-lo", reconhecia o governador de Goiás na época, Henrique Santilo. ( SILVA, 1999,p.237).

Palmas | Capital de Tocantins

www.megatimes.com.br