Macedônia | Aspectos Gerais da Macedônia

Macedônia | Aspectos Gerais da MacedôniaAspectos Gerais da Macedônia

Área Territorial: 25.713 km²

Localização: Europa

Capital: Skopje

Clima: Mediterrâneo

Governo: República Parlamentarista.

Divisão administrativa: 85 municipalidades

Idiomas: Macedônio, albanês (oficiais)

Religião: Cristianismo 64,2% (ortodoxos 61,4%, outros 2,8%), islamismo 28,4%, sem religião 6%, ateísmo 1,4%

População: 2.061.400 habitantes 

Composição: Macedônicos 66%, albaneses 22%, turcos 4%, sérvios 2%, outros 6%

Densidade demográfica: 79,7 hab/km²

Taxa média anual de crescimento populacional: 0,07%

População residente em área urbana: 69,31%

População residente em área rural: 30,69%

População subnutrida: menor que 4%

Esperança de vida ao nascer: 75 anos.

Domicílios com acesso a água potável: 100%

Domicílios com acesso a rede sanitária: 91%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,709 (alto)

Moeda: Dinar macedônico

Produto Interno Bruto (PIB): 11,5 bilhões de dólares

PIB per capita: 3.903 dólares

Relações exteriores: Banco Mundial, FMI, OMC, ONU

Bandeira da MacedôniaA Macedônia localizada no interior da montanhosa península Balcânica e limita-se com a Sérvia (a noroeste), Bulgária (a leste), Grécia (ao sul) e Albânia (a oeste), seu território não possui saída para o mar.

A Macedônia é uma das ex-repúblicas da Iugoslávia, cuja independência foi obtida no dia 17 de setembro de 1991. O processo de independência ocorreu de forma pacífica, diferentemente dos outros países dessa região. A Bulgária foi o primeiro país a reconhecer a Macedônia como nação independente. No entanto, a Grécia foi totalmente contra esse processo em razão do emprego do nome e do símbolo da bandeira utilizada, visto que a Grécia tem uma província chamada Macedônia.

A oposição da Grécia resultou num bloqueio comercial, em fevereiro de 1994, à Macedônia. Somente com a modificação da bandeira e da constituição nacional, em 1995, os dois países normalizaram as relações, retornando as exportações agrícolas pelo porto de Salônica, no mar Egeu.

A maioria da população nacional é seguidora do cristianismo ortodoxo. Em 1999, durante a guerra do Kosovo, aproximadamente 360.000 albaneses (mulçumanos) refugiaram para a Macedônia. Em 2001, a tensão entre albaneses e macedônios quase desencadeou um confronto, entretanto, um acordo de paz estabeleceu um convívio pacífico entre as diferentes etnias.

Skopje - Capital da Macedônia