Meteorologia e Climatologia

Meteorologia e Climatologia

Meteorologia e ClimatologiaPodemos dizer que a Meteorologia é a ciência que estuda a atmosfera terrestre e o que acontece dentro dela. Seu aspecto mais tradicional e conhecido é a previsão do tempo. A Climatologia, por sua vez, estuda os padrões de comportamento da atmosfera e suas interações com superfície terrestre e com as atividades humanas. 

A Climatologia, um dos ramos da Geografia Física que estuda “os caracteres da atmosfera em contato com a superfície terrestre e a distribuição espacial desses caracteres”. Para isso, relaciona-se com outras áreas da Geografia, uma vez que as características do complexo atmosférico encontram-se diretamente ligadas à existência e à articulação de todas as outras características da superfície terrestre. Em função da natureza dos elementos que analisa, a Climatologia encontra suas bases na Meteorologia, que estuda a atmosfera e seus fenômenos, e preocupa-se com o registro e a medição destes, a fim de que possa determinar as condições físicas sob as quais foram produzidos.

Tempo e Clima

A noção de tempo adotada pelos meteorologistas admite que as combinações dos elementos meteorológicos são instantâneas e ocorrem em locais pontuais da superfície da Terra. o tempo é o “conjunto de valores que, em um dado momento e em um determinado lugar, caracterizam o estado atmosférico”, como a iminente ocorrência de uma tempestade. Ou seja, é uma combinação que existe num dado momento, porém, no instante seguinte já é outra, diferente da combinação anterior.

O termo “clima”, para os meteorologistas, constitui um conjunto de eventos de tempo semelhantes (tendências), mais ou menos estáveis, que resulta em condições relativamente permanentes, durante um período de tempo mais longo. Costuma-se conceituar clima como o conjunto de fenômenos meteorológicos que caracterizam o estado médio da atmosfera em um ponto da superfície terrestre. O clima é definido como “o ambiente atmosférico constituído pela série de estados da atmosfera (tipos de tempo) sobre um lugar em sua sucessão habitual”.

Bases Conceituais da Climatologia Geográfica

As noções de dinâmica, gênese e ritmo passaram a constituir os fundamentos do entendimento do fenômeno atmosférico como categoria de análise geográfica, a Climatologia Geográfica.

A concepção geográfica do clima na organização do espaço deve ser vista, fundamentalmente, como: a geradora de tipos de tempo cujas características são absolutamente dinâmicas, complexas e muito sensíveis a qualquer alteração imposta, influenciando cada parte do planeta, em função da interação entre as diferentes esferas do globo e da ação do homem. O geógrafo, além de se interessar pelos mecanismos produtores de um determinado tipo de tempo, também se interessa pelas consequências que esse tipo de tempo desencadeia nas diferentes sociedades.

Escalas do Clima

A escala de abordagem é um dos aspectos mais importantes da Climatologia definindo, em uma pesquisa, não apenas a área e período de abrangência, mas também as técnicas e os métodos utilizados. A integração de fenômenos, num dado tempo e espaço, criaria unidades, sendo que a cada nível escalar corresponderia uma abordagem específica, coerente com a extensão espacial, duração do fenômeno e técnicas analíticas empregadas.